top of page

O talento da aluna que se adapta todo dia

Giseli Mendes tem 20 anos e é da cidade de Guariba-SP, está sempre se permitindo a aprender coisas novas e trocando experiências. Para ela, todo dia é um novo aprendizado.


"Ter uma deficiência física e intelectual é um desafio, mas tudo nesta vida é um ensinamento, só basta a gente se permitir. Precisamos ter persistência, fé e resiliência para correr atrás dos nossos sonhos mesmo com os desafios de cada dia." (Giseli)


Sempre dedicada e esforçaga, além de aluna do curso de Biocombustíveis na Fatec Jaboticabal, também é palestrante motivacional e criar artes digitais.

Veja suas artes e perfil na rede social ao final do texto.


Como conheceu a Fatec Jaboticabal?

Quando eu estava no ensino médio e fui fazer um curso técnico através de um professor. Fiz vários vestibulares e acabei conhecendo a Fatec Jaboticabal, logo me encantei pelos cursos.



Por que escolheu estudar na Fatec Jaboticabal? 

Porque tem um ótimo ensino e é uma honra ser aluna da Fatec Jaboticabal!

Com excelentes profissionais capacitados dispostos a passar o conhecimento, todos os profissionais são extremamente atenciosos e fazem um ótimo trabalho. É uma troca de experiência e ao mesmo tempo um ensinamento que levamos para a vida. Então, eu só tenho que agradecer!

Vai deixar saudades com certeza, tenho muito orgulho de ser Fatecana. 


Você pinta e cria artes digitais. Quando começou?

Bom, comecei a desenhar desde pequena, quando tinha 4 anos de idade. Eu pintava em telas e o meu primeiro quadro foi de um peixe, aí começou a paixão.



Então, vem criando artes e pinturas desde pequena?

Não, teve uma época que sofri muito preconceito por conta da minha deficiência, aí parei de pintar e fui fazer outras coisas.

Foi passando os anos até que decidi contar para uma amiga que eu pintava e gostava muito de fazer artes, mas não queria mostrar para ninguém, ela me incentivou bastante só que desta vez fui para o modo digital por conta do meu problema nas mãos que dificulta até para eu escrever.



Como você se inspira e faz as pinturas?

Durante a noite, e a madrugada é quando me sinto mais inspirada a criar. As inspirações vem da vida e da natureza.

Pensar na criação das artes é a etapa fácil do processo, o que foi díficil foi se adaptar em como pintar, já que antigamente eu usava as mãos. Atualmente, eu faço as artes usando a boca.



Das suas pinturas, qual escolheria como a mais inspiradora?

Uma das artes mais inspiradoras pra mim é a do universo, quando a desenhei estava passando por um momento bem delicado em relação à minha saúde e pensei em muitas coisas, inclusive fazer uma arte nesse modo, e fui mais além desenhando a lua representando a paz e que tudo se resolvesse. Nem tudo saiu como eu esperava, mais no final deu certo.




O que você sente quando cria?

Eu sinto que posso chegar em qualquer lugar que eu deseje!

Não posso chegar pessoalmente, então eu imagino muitas coisas, aí vem a criatividade e me imagino em qualquer lugar que eu quiser e na vida que eu quiser.



"Apesar de eu ter uma deficiência intelectual, física e degenerativa, precisei me auto-descobrir e me adaptar com novos hábitos e ainda estou me adaptando, mesmo tendo as duas mãos fechadas e usar uma cadeira de rodas sempre há um motivo para agradecer a cada momento, um motivo para correr atrás dos meus sonhos e jamais desistir, mesmo nas dificuldades."


Siga o perfil da Giseli e confira - CLIQUE AQUI





Entrevistada - Giseli Mendes

Entrevistador - Jardel Oliveira

Adaptação ao Blog - Valeria Z

Fotos/Imagens - acervo de Giseli

65 visualizações1 comentário

1 Comment

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
Jan 29
Rated 5 out of 5 stars.

incrível!!!!


Like
bottom of page